“Tem certas coisas que não sei dizer…”

Sinceramente, tem assuntos que mexem muito com a minha emoção, com meus sentimentos. E, para mim, o pior deles é a morte. Não há nada que me choque e comova mais do que esse rito de passagem. Não importa quem seja, até no enterro de desconhecidos, eu me emociono. A verdade é que passa um filme, começo a pensar em quem está sofrendo e também em que já se foi.

Não existe nada mais triste em ver o sofrimento de seus familiares, amigos, pais e filhos quando estes choram a morte de seu ente querido. É muito ruim ver alguém que você ama sentindo esta dor que não há remédio que cure. E, por mais que os anos passem, isso é apenas um paliativo. É impossível não pensar, lembrar e sentir saudade do ser humano que habitou nossa vida.

Em 23 anos de existência, já perdi pessoas muito amadas. Avó, avô, pai, tias e familiares de amigos. E, posso garantir, todas estas me dão uma sensação irrevogável de perda e tristeza. Me faz refletir sobre a vida e pedir perdão a Deus por reclamar de pequenas bobagens. De fato, é necessário perceber que nos queixamos muito e agradecemos muito pouco. Inclusive, devemos agradecer só pelo fato de estar vivo e cheio de saúde.

A minha ideia era falar sobre o final do ano e da chegada de 2012, que está cada vez mais próximo. Mas, duas perdas recentes me fizeram mudar o rumo da prosa. O primeiro caso, o avô de uma amiga, que passou mal na noite de Natal e faleceu no dia 25. E, o caso mais recente, um primo de um amigo, que estava depressivo e cometeu suicídio. Em ambos os casos, me coloquei no lugar destas mães, filhos e amigos.

Portanto, diante do exposto, gostaria de pedir perdão por muitas vezes me queixar de pequenas coisas, de brigar e discutir por coisas tão insignificantes e despropositadas. E, por outro lado, agradecer. Pela saúde nossa de cada dia, de ter uma família que me ama incondicionalmente, por ter amigos tão especiais e queridos. Espero que no ano seguinte, possamos nos tornar pessoas cada vez melhores, com mais amor no coração e por lembrar de agradecer mais do que pedir.

Um ano novo repleto de paz, saúde e renovação para todos! 😉

Anúncios

Um comentário sobre ““Tem certas coisas que não sei dizer…”

  1. Lari, eu também queria falar de boas coisas, mas, com acontecimentos adversos, só consegui expor com o “q” de decepção o que segue. Se você quiser e puder compartilhar, fique à vontade. Um beijo!

    É notório que no final do ano as pessoas são tomadas por sentimentos nobres e costumam felicitar umas as outras, externam emoções guardadas ao longo dos meses anteriores, trocam presentes, fazem jantares que reúne familiares quase nunca vistos, enfeitam as casas, algumas até são pintadas e iluminadas… é, o final do ano tem mesmo o poder de transformar o cenário!
    E agora, com o ano novo batendo à porta, todos ficam ansiosos e cheios de expectativas. Até nos telefonemas somos felicitados por pessoas anônimas que nos desejam tudo de melhor e de uma forma quase automática retribuímos. Enquanto milhões de pessoas se preparam para recepcionar a chegada de mais um ano, esquecem que nem tudo são flores, luzes e fogos regados a vinho e espumante. Contrariando muitas previsões, esse relativo curto período de dias, leva pessoas que amamos, nos mostra a face oculta de muitas outras que pensávamos amar, traz decepções, perdas financeiras, doenças, conflitos familiares e pessoais.
    Se pudéssemos, todos os nossos desejos se fariam reais no ano que vem, e se isso realmente dependesse de nós, ah, o mundo seria quase perfeito!
    Eu não gosto desse período de final de ano, fico mais frágil, falo de sentimentos, fico mais atento aos outros e percebo o quanto ainda as máscaras prevalecem e se acentuam num período “mágico” que dura cerca de 15 dias, não mais.
    Parei um pouco aqui para registrar o meu desejo para o ano que vem: que todas as pessoas consigam estender todos os votos de felicidade, paz, amor, saúde, sucesso e tudo de bom. Mas, estender de verdade. Eu quero que 2012 seja composto de “dezembros” esse mesmo dezembro que inexplicavelmente consegue unir etnias, credos, cores, sexos, classes sociais!!!
    Aos meus amigos, parentes, vizinhos e aos anônimos também, FELIZ DEZEMBRO NOVO em 2012 todos os dias!
    Josemar Costa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s